sobre

Criado em 2015 por Paloma Vidal, Em obras é um ciclo de palestras performáticas, com a participação de mulheres de campos diversos ligados à literatura e às artes: Cynthia Edul, Diana Klinger, Elisa Pessoa, Flávia Péret, Ieda Magri, Ilana Feldman, Janaina Leite, Marília Garcia, Nana Carneiro da Cunha, Naruna Kaplan de Macedo, Paloma Vidal e Veronica Stigger.

Acompanhada de seu arquivo, na forma de anotações, documentos, objetos, sons, músicas, fotos, vídeos, cada participante trabalha em torno de uma pesquisa pessoal e apresenta uma obra em processo, em que se entrecruzam narrativa biográfica, criação ficcional e reflexão política. 

O ciclo reflete sobre tudo aquilo que prepara uma obra – um arquivo real ou imaginário feito de materiais diversos – e também se relaciona com o seu fracasso, com a possibilidade de que ela não venha a acontecer, ou de que o processo de pesquisa em torno da preparação acabe se tornando a própria obra.

As apresentações reivindicam, de um lado, uma proximidade com a performance, relacionada com a diluição das fronteiras entre vida e arte, que questiona os limites da representação e enfatiza os processos de criação; de outro, elas se aproximam da arte conceitual, que busca transformar em obra um discurso, colocando em evidência a relação entre arte e reflexão.

Por isso dizemos que as apresentações são pesquisas pessoais. Guiadas por obsessões íntimas, elas buscam a circulação de questões que nos inquietam. Está em jogo o potencial político da arte para funcionar hoje como um espaço de transmissão e discussão. Em tensão com a tendência contemporânea a se expor, numa crescente espetacularização da intimidade, Em obras se propõe como uma forma de reflexão crítica sobre as potencialidades da situação de exposição, à espera de que as apresentações possam ser um espaço para compartilhar experiências.